10 maneiras de evitar apito no ouvido

Ter apito no ouvido pode incomodar bastante já que não existe uma forma de evitar, pois o som não tem causa externa, está ali internamente.

O nome científico desse distúrbio é tinnitus e é percebido como um som de apito, ou ainda como se houvessem abelhas voando dentro da cabeça.

Nosso ouvido é apenas o aparelho por onde o som entra e dissipa, mas percebemos mesmo o “barulho” em nosso cérebro resultado de uma complexa sequência de reações.

Assim quando sofremos algum tipo de problema auditivo, na verdade a falha está no aparelho que leva o som até o cérebro para processá-lo.

Apesar de ser considerado um problema que se agrava na velhice, qualquer pessoa em qualquer idade pode vir a ter apito no ouvido, porque ele não é uma doença em si, mas o sintoma de que algo não está bem.

Se você começou a perceber algum tipo de som que ouve mesmo quando está em um ambiente silencioso, pode ser um bom momento para fazer uma visita ao otorrinolaringologista.

As causas podem ser inúmeras e somente um exame feito por especialista poderá dizer o que está causando o problema com mais assertividade.

Diante de tantos problemas de saúde que podem desencadear esse problema, é bom tomar algumas medidas que ajudarão a evitar que o distúrbio apareça.

10 maneiras de evitar que o apito no ouvido apareça em sua vida

Algumas recomendações podem parecer absurdas, mas sempre é importante lembrar que nosso corpo é uma máquina que funciona a partir de boas práticas de alimentação e higiene, então seguir essas dicas nunca será demais:

  1. Alimentação mais saudável

Alguns produtos que ingerimos diariamente podem causar estragos em medio e longo prazo no nosso organismo.

O consumo excessivo de açúcar, sal e cafeína pode aumentar os níveis de radicais livres que são responsáveis pelo envelhecimento precoce das células, levando a deterioração de algumas funções como a audição.

Além disso, o consumo desses alimentos pode levar a obesidade que ocasiona doenças crônicas que levam a outros tipos de sintomas como o apito no ouvido.2.

2. Controle de doenças crônicas

Como falei acima, algumas doenças crônicas podem causar distúrbios em órgãos importantes do nosso corpo.

No caso aqui estou falando de diabetes e hipertensão, a primeira ocasionada pelo mal funcionamento da insulina para quebrar açúcares e a segunda geralmente desencadeada pelo excesso de gordura nas artérias.

Como nosso organismo é uma mistura de reações químicas e físicas, cada coisa que se desequilibra tanto para a falta, como para o excesso, acaba sendo sentida em outros órgãos como o aparelho auditivo.

Por isso é importante monitorar os níveis de glicose no sangue e também manter-se sempre em dia com a balança.

3 – Altura dos sons

Ouvir som muito alto sem a devida proteção pode lesionar o aparelho auditivo em um certo espaço de tempo.

O ouvido humano suporta normalmente até 70 decibeis, acima disso é indicado usar protetor auricular.

Ouvir música alto com fones de ouvido pode alterar a percepção do som mais baixo sem os fones, como também pode lesionar fisicamente o tímpano e até rompê-lo (acima de 140 decibeis).

4 – Vá sempre ao dentista

Outro conselho que pode parecer estranho quando estamos falando de apito no ouvido, mas as raízes dos nossos dentes têm ligação direta com nosso aparelho auditivo.

Assim, pessoas que têm problemas na mandíbula, ou fazem tratamentos profundos de canal, podem apresentar distúrbios auditivos.

Fazer visitas regulares ao dentista é primordial para evitar que qualquer problema na arcada dentária possa lesionar de alguma forma seu aparelho auditivo.

5 – Limpeza

Excesso de cera no ouvido também pode fazer surgir zumbidos e barulhos internos.

Limpar o ouvido cuidadosamente todos os dias após o banho é uma forma de evitar o acúmulo de cerume.

Também é importante manter o ouvido sempre bem seco, pois água no ouvido pode descer pelo canal e causar inflamações.

6 – Evite uso de cigarro

A nicotina e outras substâncias nocivas presentes no cigarro também podem ajudar a desencadear apito no ouvido entre outros problemas.

O vício leva a intoxicação de vários órgãos e as vias aéreas superiores são as que mais se ressentem com a inalação de fumaça.

7 – Evite consumir bebidas alcóolicas

O mesmo caso do cigarro, o consumo de álcool também causa intoxicação de vários órgãos, mas principalmente age diretamente na pressão arterial que quando está descontrolada pode ocasionar distúrbios auditivos.

Diminuir o consumo de álcool ajuda a pressão se estabilizar permitindo a regressão dos quadros de sintomas e efeitos nocivos na saúde.

8 – Faça exames regulares

O ouvido, por sua conexão externa com agentes climáticos (friagem) e também poluentes, é porta de entrada para muitas bactérias que podem causar infecções.

Fazer exames auriculares regulares pode ajudar a evitar que alguma inflamação se desenvolva e evolua para algo mais grave que poderá comprometer a qualidade auditiva em médio e longo prazo.

9 – Cure resfriados e gripes

Nossas vias aéreas superiores tem uma ligação cíclica com o aparelho auditivo assim, é possível acumular muco (catarro) de garganta e nariz dentro do tudo do ouvido.

Sempre que pegar resfriado ou gripe é importante cuidar da limpeza do nariz com soro fisiológico e fazer inalação para não haver ressecamento do muco em nenhum canal de audição.

10 – Evite mudanças bruscas de temperatura

Quando você estiver em um local muito quente, evite entrar de uma vez em um local com ar condicionado muito frio.

O deslocamento da massa de ar de quente para frio, pode tampar o ouvido imediatamente por causa do choque térmico, e deixar sequelas de apito e zumbido para o resto da vida.

Então, sempre que estiver na rua em dias de calor e for entrar em alguma loja, veja antes se o ambiente está muito gelado.

Se estiver, coloque as mãos sobre os ouvidos e tire apenas depois de haver se acostumado com a temperatura.

Seguindo essas dicas básicas conseguirá evitar o surgimento de apito no ouvido, além de manter uma melhor qualidade de vida que se refletirá em toda sua saúde.

Se estiver procurando um método natural de acabar com o apito no ouvido. Clique aqui!

apito no ouvido

Deixe uma resposta